Como otimizar o WordPress da melhor forma

Desenvolvimento Web. -

O WordPress é por si só uma plataforma de gestão de conteúdos que permite em poucos minutos ter um website minimamente apresentável e, acima de tudo, com um gestor de conteúdos bastante acessível.

como otimizar wordpress

A verdade é que, mesmo para quem não tem qualquer tipo de conhecimentos de programação, o WordPress é simples de gerir. Contudo, precisamente por ser um gestor de conteúdos out of the box, que permite todo o tipo de funcionalidades, acaba por se tornar numa plataforma bastante pesada e lenta.

Existem, ainda assim, várias tarefas que permitem acelerar o site e tornar a visita do utilizador mais agradável não só através de plugins mas também diretamente na configuração do servidor e alojamento.

Alojamentos para WordPress

Um bom alojamento é crucial para a velocidade de um website. Existem vários tipo de servidores desde os partilhados em grelha aos servidores dedicados, e a escolha acaba por ser feita, muitas vezes, em função do budget disponível para o desenvolvimento do website.

Um dos grandes fatores a ter em conta na escolha de um servidor terá de ser o tempo de resposta do mesmo, assim como a sua localização, porque os valores serão diferentes de um servidor alojado nos Estados Unidos e um servidor alojado em Londres. O uso de um CDN como o Cloudflare é, nestes casos, uma grande mais valia.

Temas para WordPress

O que não falta no Google são temas gratuitos para o WordPress, mas tudo isso acaba por ter um custo.

Existem inúmeros temas completamente poluídos a nível de código, sem qualquer recurso a boas práticas, e outros mais simples de utilizar.

Contudo, a verdade é que, devido à facilidade e à existência de inúmeros plugins, os websites acabam por ficar demasiado carregados e sofrer algumas consequências da utilização destes temas.

Plugins para WordPress

Existindo plugins que fazem tudo, estes acabam por carregar inúmeros ficheiros externos de CSS, Javascript, muitas vezes desnecessários.

Existem, ainda, plugins gratuitos que por serem mal programados não estão devidamente atualizados, prejudicando a performance do website.

Os engenheiros da GoDaddy desenvolveram um plugin chamado P3 Profiler que ajuda a procurar potenciais plugins mais lentos, com loops infinitos, a sua percentagem no carregamento total do site assim como o impacto no CPU, que em última instancia podem mandar o servidor abaixo.

Otimização de imagens para WordPress

É provavelmente a parte mais desprezada na construção de um site, uma vez que atualmente os sliders das homepages têm facilmente 3 a 4 imagens, com quase 1 mega, prejudicando a visita do utilizador.

Por norma todas as imagens devem e têm de ser otimizadas, mesmo quando se poupa 30KB em cada, sendo a filosofia “grão a grão enche a galinha o papo”.

A Yahoo desenvolveu, há uns anos, uma framework chamada smush.it que permite que todas as imagens sejam otimizadas mesmo após já estarem no website. Para quem utiliza WordPress existe um plugin com o mesmo nome, por sinal bastante fácil de configurar.

otimizacao wordpress

Uma dica em termos de servidores

Relativamente aos servidores podem ser usados plugins de cache, como o W3 Total Cache, que inclui vários tipos de otimização, desde juntar e comprimir os ficheiros CSS, javascript, a limpar a base de dados de artigos que ficaram em rascunho ou versões de artigos que vão sendo criadas à medida que cada ficheiro é gravado.

O creme de lá creme do W3 Total Cache é, efetivamente, cada página ter a possibilidade de ser guardada no servidor, impulsionando em muito a velocidade de carregamento.

Desta forma, conclui-se que apesar de ser uma excelente ferramenta de gestão de conteúdos, o trabalho desenvolvido pelo WordPress pode ser melhorado através da utilização de boas práticas.

A escolha do WordPress para desenvolvimento de websites por parte das empresas deverá ser sempre acompanhada por técnicos especializados, que desenvolvem sites no gestor de conteúdos, de forma a aproveitar as mais valias desta ferramenta.


Partilhe a sua opinião