Como transformar o Blog num motor de negócios

Redes Sociais. -

Transformar o Blog da empresa numa fonte de negócios não é tão fácil como parece. Na verdade não basta clicar em “publicar” e esperar que o conteúdo traga retorno.

Importância do Blog

A criação e desenvolvimento de um Blog é, sem qualquer dúvida, uma mais valia para o aumento de notoriedade e conhecimento de todos os negócios, que tenham como objetivo melhorar a sua presença online.

Contudo, e tal como a restante estratégia de marketing online, o objetivo primordial da criação de um blog é a geração de volume de negócio para a marca ou empresa.

Mas a verdade é que, não basta a publicação de conteúdo, relevante ou não. São necessárias algumas técnicas que impulsionem a transformação do Blog num motor de negócios.

Surge assim a questão: quais as táticas que permitem a transformação do blog numa fonte de negócio?

Claro que a importância do conteúdo se mantém e que este deve ser a preocupação primordial do blogger que gere a rede, através da elaboração de estratégias coerentes de content marketing.

Contudo, para que o blog se torne numa fonte rentável para o negócio, é  necessário recorrer a algumas técnicas mais específicas.

1) Partilha do conteúdo

O Blog é obviamente o centro da presença online da marca, sendo o local onde está agregado todo o conteúdo publicado pela mesma, contudo não pode ser a única fonte de partilha.

É aqui que as redes sociais dão as suas cartas e demonstram as suas mais valias. Ora, na verdade a criação de um blog só faz sentido se acompanhada de uma estratégia integrada de redes sociais.

Assim, a partilha do conteúdo deve ser feita, de forma estruturada nas redes sociais, de forma diferenciada mas ao mesmo tempo coerente na comunicação. Contudo, a dúvida é: quais as redes sociais em que os conteúdos devem ser partilhados para aumentar a sua taxa de visualização?

– Google+ para assuntos de tecnologia e hobby – rede social de presença obrigatória;

– Twitter para assuntos de interesse geral;

– Tumblr (sim Tumblr !) para nichos criativos, como a fotografia , arte e design;

– Pinterest para todos os temas mais inspiracionais;

– LinkedIn para profissionais de B2B com recurso a todas as potencialidades da rede e tendo em atenção a forma como deve ser feita a comunicação;

Facebook para praticamente todos os temas, uma vez que é, atualmente, a rede social com mais utilizadores.

2) Captação de emails através de ofertas

A verdade é que um dos objetivos mais significativos de um Blog passa pela angariação dos emails de contacto dos seus utilizadores, uma vez através destes emails é possível potenciar todo o tipo de campanhas, nomeadamente de email marketing.

Esta captação de contactos pode ser desenvolvida através da oferta de um produto, tendo em conta que hoje em dia já não basta a colocação de um botão “registe-se para obter mais atualizações”.

Caso a empresa não tenha produto para este tipo de campanha, a oferta de conteúdos exclusivos aos utilizadores registados através do email, também são uma ótima forma de captar a sua atenção.

Desde vídeos, a webinars ou mesmo a eBooks, a oferta de conteúdo mais “valioso” vai sempre influenciar os utilizadores mais interessados, na sua decisão de fornecer ou não o seu contacto de email.

3) Páginas de indexação de conteúdo

Os blogs de conteúdo são como “burros de carga”, uma vez que congregam todo o conteúdo da empresa. Contudo, e apesar da óbvia necessidade de publicação periódica de conteúdos, esta pode confundir os utilizadores complicando a sua pesquisa e piorando o user experience.

Desta forma, estas páginas de indexação de conteúdos, são uma ótima forma de disponibilizar aos utilizadores uma lista dos artigos publicados, facilitando a forma como são encontrados.

Esta indexação pode ser feita de diversas formas, por exemplo “os artigos mais lidos” ou através da definição de categorias.

Existem no entanto outras formas que melhoram o user experience dos utilizadores como: a colocação de links internos dentro dos próprios conteúdos (que os relacionem) e a colocação de artigos relacionados no footer.

Content Marketing

4) Páginas de confirmação

É importante continuar a estimular os utilizadores do blog depois de subscreverem os seus emails. Desta forma, as páginas de ”confirmação” surgem como forma de agradecer aos utilizadores o facto de terem partilhado o seu email.

Caso a campanha de subscrição passe pela oferta de um produto, esta página deverá confirmar a entrega  do mesmo ou explicar ao utilizador qual o procedimento seguinte.

Estas páginas são muita vezes consideradas dispensáveis para os profissionais, contudo, a verdade é que para os utilizadores são uma forma de fechar o compromisso existente entre a marca e o subscritor.

5) Campanha de email marketing

A importância do email marketing é cada vez mais um tópico de destaque e apenas é possível após a recolha de emails e criação de uma base de dados com os contactos.

Através desta campanha é possível dar a conhecer o blog bem como aumentar a fidelização, uma vez que proporciona aos contactados a possibilidade de receber novas informações, por vezes não presentes no blog.

6) Contacto personalizado com os utilizadores

O contacto personalizado com os utilizadores através de hangouts impulsiona ainda mais a prospecção de negócio, sendo extremamente vantajoso para ambas as partes.

Estes hangouts possibilitam o desenvolvimento de sessões de perguntas e respostas, em que marcas e utilizadores estabelecem contacto e podem fechar negócios.

A verdade é que os blogs são fontes extremamente fortes para a passagem de informação e captação de futuros clientes.

Contudo, não basta apenas a publicação de artigos e notícias, é necessário desenvolver uma estratégia que impulsione a divulgação do blog e que acompanhe os utilizadores até à finalização do processo.

O conteúdo é a chave contudo precisa de ser acompanhada de uma estratégia de divulgação que torne o blog “top of mind” na sua área de atuação.


Partilhe a sua opinião