Guia com dicas de como escrever artigos para blogs

Redes Sociais. -

Escrever artigos para blogs não é tarefa fácil, uma vez que são necessários conhecimentos a vários níveis para que o resultado seja favorável.

dicas para sucesso no blog

Os blogs podem ser transformados em motores de negócio se forem desenvolvidos da melhor forma, não só no que respeita ao design e organização, mas também em relação ao conteúdo e a outras questões de desenvolvimento.

De acordo com a Ignite Mancha, mais de 77% das pessoas que acedem à internet consultam e lêem blogs, assim o blog é uma mais valia quando falamos em desenvolvimento de estratégias de social media.

É verdade que desenvolver um blog não é uma ciência mas dado que mais de 6,7 milhões de pessoas acedem a blogs, as marcas sentiram a necessidade de os desenvolverem para atrairem a atenção dos seus consumidores.

É frequente ouvir-se a frase “Content is King” e na realidade esta frase é muito verdadeira, pois sem conteúdo não existe estratégia de marketing que prevaleça. No entanto, é necessário ter em atenção diversos aspetos no desenvolvimento de um blog, que tem por objetivo atingir determinado target.

Assim, existem “best pratices” que devem ser seguidas para que as empresas ou marcas retirem o maior potencial da existência de um blog:

1.    Plataforma para o desenvolvimento do blog

Para começar é necessário escolher uma plataforma para o desenvolvimento do blog. Um bom editor de texto, que facilite a colocação de conteúdos bem como de imagens e vídeos e que sobretudo ajude na otimização é sempre uma boa escolha.

Temos por exemplo o caso do WordPress, que lançou recentemente a sua versão 3.9, que permite uma excelente otimização, a utilização de plug-ins e é bastante evoluído em termos de segurança.

2.    Destaques no blog

A escolha de títulos para os artigos do blog nem sempre é simples, uma vez que é necessário escolher as palavras chave corretas. Esta escolha de palavras chave é importante para que os utilizadores cheguem mais rapidamente aos conteúdos, através da pesquisa por essas palavras.

Assim, antes da colocação de um título no post deve ser feita uma pesquisa nos motores de busca, como o Google, para que seja possível perceber se essas mesmas palavras são pesquisadas ou não e qual a relevância que o motor de pesquisa lhes confere.

3.    Estrutura dos conteúdos do blog

Como qualquer outra forma de escrita, como o jornalismo por exemplo, também os textos colocados num blog devem obedecer a regras estruturais. Ou seja, qualquer conteúdo deve ter uma introdução, que pode ser designada como um “h3”, que deve sem dúvida captar a atenção dos leitores e prendê-los ao restante conteúdo.

Na verdade, tanto a introdução como o texto deve ser o mais direta possível, para que os utilizadores e leitores não se percam em frases com muitos rodeios.

4.    Estilo consistente no conteúdo do blog

O estilo de escrita dos textos do blog deve ser sempre consistente dada a habituação dos leitores, que assim identificarão o blog, também pelo seu género de escrita.

A linguagem deve ser simples e acessível, mas sobretudo direcionada para o público alvo definido para o blog em questão. Desta forma, os utilizadores sentirão que o blog “fala” diretamente com eles e lhes transmite o conhecimento e a informação de que necessitam, sem rodeios.

Guia com dicas de como escrever artigos para blogs

5.    Colocação de imagens

A colocação de imagens é um ótima forma de tornar o conteúdo mais visual e assim facilitar a leitura por parte dos utilizadores.

As imagens podem ser utilizadas como forma de explicação, de apresentação de dados (no caso dos gráficos) ou apenas como forma de quebrar o texto e ilustrar algum ponto do conteúdo.

Estas devem respeitar todas as mesmas medidas com o objetivo de uniformizar o espaço e não transmitir a ideia de incoerência e falta de organização no conteúdo.

Na verdade, as imagens podem até ser um chamariz para os leitores, que no caso de se identificarem com a imagem vão ler, com certeza, o conteúdo.

6.    Utilização de links entre os conteúdos do blog

A colocação de links internos nos conteúdos do blog faz com que os leitores tenham a possibilidade de adquirir mais conhecimentos sobre determinado artigo relacionado com o que estão a ler.

Assim, os links internos melhoram, sem dúvida, o user experience do blog, bem como a relação dos utilizadores com o mesmo.

7.    Call-to-actions

É um erro fazer do blog unicamente uma forma de call-to-action ou de aquisição de contactos dos utilizadores.

Os call-to-action colocados no blog devem ser controlados, de forma a não se tornarem intrusivos e fazerem com que os leitores se cansem de ser obrigados a responder a algo.

Além destas questões, os textos colocados devem ter sempre a mesma formatação e seguir sempre o mesmo formato de letra e estrutura para criar habituação nos leitores.

Assim, o blog da empresa ou marca deve satisfazer as necessidades de procura dos leitores, bem como cativá-los para que não procurem a mesma informação em blogs semelhantes.

A concorrência no meio digital, seja nas redes sociais, seja nos blogs ou nos websites é cada vez mais forte, por isso é muito importante que cada empresa ou marca se destaque pela positiva na utilização desta ferramenta de comunicação.


Partilhe a sua opinião