Importância da relação entre Web Developers e Designers

Desenvolvimento Web. -

Ao longo da nossas carreiras como Web Developers, limitamo-nos a abrir o ficheiro de Adobe Photoshop ou Illustrator e programá-lo. Mas certas vezes, algumas partes do design podem não ser concretizadas em certos browsers.

relacao web developer e designer

O desenvolvimento de websites, aplicações de Facebook, aplicações mobile, Landing Pages, entre outro tipo de materiais, exigem o desenvolvimento de design e programação integrados para que não existam falhas.

Antes da criação de qualquer layout para uma plataforma online, é extremamente necessário que haja uma preparação e integração dos conhecimentos do designer e do programador, para que sejam evitados problemas futuros.

Ora, é aqui que entra a gestão do projeto e da relação inter-pessoal entre profissionais.

Vejamos desta forma, a opinião do nosso mais recente programador júnior, Fernando Soares.

 “Sendo ainda novo no mundo de Web Developing, ainda estou a apreender e a ganhar experiência. E certas vezes tendem a aparecer problemas como, por exemplo, existir uma certa secção do website na qual tenho de utilizar uma funcionalidade incompatível com alguns browsers, nomeadamente antigas versões do Internet Explorer.

E é aqui que me deparo com um problema. Se esta funcionalidade não é compatível com alguns browsers, o que irá acontecer ao design que foi criado e aprovado?

Sendo um Web Developer, creio que o Designer deva saber o que pode ou não pode fazer e que esteja atualizado sobre o método cross-browser. Não digo que o Designer seja obrigado a saber este método, mas ajuda imenso a desenvolver o design do projeto em questão, quer seja uma pequena aplicação ou um website completo.

web developer e web design

Uma solução, como Web Developer, é simplesmente dedicar um tempo a discutir ideias com o Designer, antes de criar o design final, para que consigamos trocar ideias e know-how e assim facilitar o trabalho de cada um.

Outro ponto que devemos ter em atenção relaciona-se com o tipo de browsers com os quais o projeto deverá ser compatível. Queremos que seja compatível até ao Internet Explorer 8? Ou só que seja compatível com os browsers mais recentes como o Google Chrome e o Firefox?

Este ponto é muito importante, tanto para o cliente, como para nós, uma vez que nos ajuda a idealizar o projeto, definir quais as prioridades e antecipar futuros problemas de design incompatível.

Como Web Developer, para testar o cross-browser costumo utilizar um ferramenta útil chamada Can I Use?, na qual consigo consultar a compatibilidade de uma certa funcionalidade com a maioria dos browsers, até browsers criados só para mobile.

Também existem outras ferramentas pagas através das quais é possível testar o método cross-browser, como: Ghostlab, BrowserStack, Sauce Labs, entre outras.

Para finalizar, creio que seja importante dedicar um bom tempo a decidir e a discutir ideias com o Designer, sobre a compatibilidade de certas funcionalidades e o que se pode fazer para resolver estas mesmas.”

 


Partilhe a sua opinião