Mobile marketing e o comportamento dos consumidores

Mobile. -

O mobile marketing, uma das formas mais efetivas de chegar ao consumidor, é ainda uma incógnita para muitos anunciantes.

mobile marketing

Apesar da influência que o marketing mobile causa nos consumidores, que tomam muitas vezes uma decisão de compra baseada no SMS marketing ou em aplicações destinadas a dispositivos móveis, o mobile marketing é ainda uma batalha para os anunciantes.

De acordo com um estudo apresentado pela PricewaterhouseCoopers (PwC), os anunciantes enfrentam atualmente algumas dificuldades em captar a atenção dos consumidores, dada a sua reticência em clicar nos anúncios.

A verdade é que, as campanhas de mobile marketing, sendo uma forma mais individualista de desenvolver a comunicação de uma empresa ou produto, devem ser ainda mais focadas nos interesses dos consumidores, sob pena de se revelarem um fracasso.

Neste estudo, uma das maiores prestadoras de serviços profissionais do mundo, retirou algumas conclusões sobre o comportamento dos consumidores que devem estar presentes na conceção de campanhas de mobile marketing.

Segundo este mesmo estudo, os três elementos considerados mais importantes na elaboração de campanhas de mobile marketing são: por um lado a duração/tamanho dos anúncios (57%), de seguida a relevância do conteúdo (56%) e por outro a especificação dos anúncios por produtos e serviços bem como localização (51%).

Marketing Mobile

A relevância dos anúncios, apesar de não ser o ponto mais votado, é sem dúvida uma boa forma de captar a atenção dos consumidores, pelo que nas campanhas de mobile marketing a oferta deve ir ao encontro da procura.

Quanto à duração/tamanho dos anúncios, a maioria dos participantes no estudo admitem que para um anúncio de vídeo o tempo deve ser o mínimo indispensável, como por exemplo 15 segundos.

Relativamente aos formatos, o mais apreciado pelos consumidores e utilizadores de dispositivos mobile são os cupons móveis (27%), os banners (25%) bem à frente do formato de vídeo com apenas 12%.

Também a frequência e segmentação dos anúncios, são um fator a ter em conta no desenvolvimento de campanhas de marketing para dispositivos móveis. Para grande parte dos consumidores a segmentação por interesses e localidade é uma das caraterísticas mais importantes.

A conclusão deste estudo permite aos anunciantes e marketers compreenderem como os consumidores preferem ser abordados em campanhas mobile. Ora, os pontos chave deste tipo de comunicação são assim:

– Interesses pessoais (54%)

– Segmentação por localização (44%)

– Segmentação por histórico de compras online (25%)

– Sites mais visitados através dos dispositivos móveis (24%)

– Sites mais visitados através dos seus computadores (19%)

Após analisadas as preferências, também as preocupações por parte dos consumidores devem ser parte integrante das estratégias, sendo a principal preocupação a privacidade e intrusão dos anúncios.

Na verdade, grande parte dos inquiridos receiam que a publicidade online se torne demasiado intrusiva, no seu dia a dia, e que se intrometa no seu espaço pessoal.

Mobile marketing deve ser visto como uma enorme mais valia para qualquer empresa, dado o seu potencial de alcance. Cada vez mais os utilizadores acedem às suas contas de email, a websites e redes socais através dos seus smartphones, por isso, esta disciplina não pode passar em branco, sendo obrigatoriamente parte integrante das campanhas de marketing integrado.


Partilhe a sua opinião