Mobile Martketing: tendências 2015

Mobile. -

2014 foi, sem dúvida, um ano marcante para a indústria do mobile marketing. A questão que se coloca atualmente é: quais as tendências para 2015?

2014 foi, sem dúvida, um ano marcante para a indústria do mobile marketing. A questão que se coloca atualmente é: quais as tendências para 2015?

Em 2014, o mobile marketing transformou-se numa das maiores apostas em termos de estratégia de comunicação, possibilitando uma interação mais direta e próxima com os consumidores.

Estar à distância de um Smartphone é, sem qualquer dúvida, uma enorme mais valia para as marcas que pretendem potenciar a sua relação com o público alvo.

O crescimento desta vertente do marketing, que surge associado ao aumento do número de dispositivos móveis em todo o mundo, não ficou no entanto estagnado, prometendo assim um exponencial para 2015.

A verdade é que, em 2015 com a enorme quantidade de dados móveis emergentes, os profissionais de marketing vão ser obrigados a compreender melhor as ações dos vários tipos de audiência nos mais diversos dispositivos, através de um bom sistema de CRM.

O facto de marcas e marketers tentarem estar presentes em todos os dispositivos tornou a sua comunicação demasiado fragmentada, prejudicando as estratégias, em vez de as impulsionar.

Isto deve-se sobretudo à análise incorreta do público alvo e dos seus hábitos em termos de pesquisa e consumo.

Ainda assim, apesar de pouco assertivas, as estratégias de mobile marketing deram provas da sua importância através dos ROI (retorno de investimento) que obtiveram em 2014.

Pelo que, em 2015 vamos assistir a um desenvolvimento ainda mais consistente daquele que é apelidado de mobile marketing.

tendencias mobile marketing 2015

Tendências mobile para 2015:

1) Maior uso da proximidade e segmentação: cada vez mais marcas e marketers vão apostar no poder de segmentação conferido pelas aplicações para Android e iOS.

Por exemplo, no caso de estar a passear pela Baixa Lisboeta, a aplicação da loja de roupa Zara “dispara” no seu telemóvel com a seguinte mensagem “Venha até à Zara nos próximos 30 minutos e receba um desconto de 30%”.

Este tipo de aplicações é também extensível a restaurantes e a outro tipo de estabelecimentos, sendo que a maior vantagem passa pela utilização de um call to action mais forte, por parte das marcas.

Mas esta proximidade vai começar também a “saltar” dos smartphones para outro tipo de dispositivos como os wearable technology, ficando ainda mais presente na vida dos consumidores e possíveis clientes.

2) Utilização massiva de geotags: a utilização deste tipo de tags por parte dos gestores de websites e blogs, fará com que os utilizadores da internet não só sejam abordados por anúncios, bem como por publicações criadas perto da sua área de localização.

3) Conteúdo interessantes em aplicações Android e iOS: o conteúdo oferecido pelas aplicações para smartphones assume-se em 2015 como o fator determinante para o sucesso de determinada aplicação.

É necessário fidelizar os utilizadores bem como a sua rede de amigos e a melhor forma de o fazer é aumentar a necessidade de pesquisar informação numa aplicação específica.

4) Aposta no mercado de wearable technology: este mercado está em crescimento nos contextos de grande consumo e B2B. Se até ao momento, as wearable technology apenas eram utilizadas para a categoria de fitness, em 2015 vamos assistir a uma readaptação deste tipo de tecnologia.

Será crescente o número de aplicações destinadas a wearable technology, sobretudo relacionadas com profissionais de saúde e grandes marcas de desporto.

Atualmente aguardamos duas grandes mudanças: o aparecimento de um novo dispositivo Apple, o Apple Watch e o Google Glass.

5) SMS Marketing impulsiona compra compulsiva: apesar de antigo, este método de marketing de proximidade continuará a ser muito utilizado por marcas e marketers, uma vez que ativa nos consumidores hábitos de compra compulsiva.

Receber uma SMS com um desconto específico e de seguida apresentá-la na respetiva loja, não só aumenta a compra de determinados artigos como aumenta também o número de visitas da loja.

Estas serão as principais apostas das marcas para 2015. Mas, gostaríamos de saber a vossa opinião. O que vai realmente acontecer em termos de aplicações para Android e iOS?


Partilhe a sua opinião