Como ter um bom perfil LinkedIn

Redes Sociais -

Não é nenhum segredo que a maior parte das pessoas tem a tendência de encarar o LinkedIn como sendo apenas uma espécie de curriculum online, tão básico como: fazer log-in, escrever toda a nossa informação mais básica, a experiência profissional, que educação temos… e pouco mais. Há até quem ouse ter um perfil sem fotografia, vá-se lá saber como.

Na verdade, esta plataforma é bastante importante – tanto para quem procura emprego, como para quem procura recrutar. Funciona como qualquer outra rede social, mas o traço que a distingue é o potencial que tem para fazer crescer uma marca pessoal, já que é onde se pode mostrar ao mundo aquilo que fazemos e por que é que somos bons a fazê-lo. Todos temos a nossa marca pessoal, e é isto que nos distingue e que nos faz destacar.

Ter um perfil completo, construir e aumentar as tuas conexões e estar atento às oportunidades é essencial se quisermos que reparem em nós.

Por estas razões, a SmartKISS tem umas dicas de como se pode melhorar e o que devemos preencher para ter um perfil digno de aparecer nas pesquisas.

  • Fotografia: devemos ter o cuidado de escolher uma boa fotografia: limpa, clara e luminosa. O nosso conselho é que seja o mais profissional possível.

 

  • Headline: É a primeira coisa que quem está a ver o nosso perfil vai reparar, pois é isto que nos vai descrever à primeira vista. Deve ser interessante, podemos até brincar com a informação que escolhes colocar aqui e usá-la para te diferenciares do resto dos comuns mortais.

 

  • About me: Aqui, devemos contar a nossa história, aquilo que nos torna únicos. Uma boa descrição de quem somos e de como o nosso passado cabe no nosso futuro. Há três coisas fundamentais aqui: conectar os pontos de experiência, conseguir explicar o impacto que temos e que queremos vir a ter, e o que nos distingue, o que nos torna único e faz de nós a pessoa que somos.

 

  • Experiência: Devemos especificar aquilo que já fizemos e aquilo que estamos a fazer, ao invés de escrever apenas algo genérico.

 

  • Skills: Devemos atualizar constantemente o nosso skill set, assim como as nossas experiências. Ao fazê-lo, estamos a abrir caminho para que apareçam novas e boas oportunidades.

 

  • Multimédia: Mostrar aquilo que sabemos fazer e provar por que é que somos bom a fazê-lo. Podemos recorrer a imagens, som, vídeo, apresentações, PDF’s.

 

  • Network: Conectarmo-nos com outras pessoas (e ficarmos conectados) é a receita para o sucesso. Ficamos mais conhecidos, o que ajuda a que sejamos introduzidos a, por exemplo, influenciadores ou CEO’s de empresas da nossa área.

 

Com estas dicas, de certeza que está pronto a ter um bom perfil, só precisa de as seguir à risca e de não se esquecer de o manter sempre atualizado, de ser social ao máximo e de não o abandonares.

É preciso encarar o LinkedIn como um local profissional e consolidado, onde podemos mostrar trabalho e onde nos podemos conectar com outros pares da nossa área – profissional e de interesse.


Partilhe a sua opinião