Voltar

Vantagens e desvantagens dos Twitter Ads

Anunciar através da plataforma do Twitter, através de Twitter Ads pode ser uma maneira eficaz de ampliar o alcance da marca nas redes sociais.

vantagens e desvantagens dos Twitter Ads

Forte Segmentação

A grande vantagem dos Twitter Ads está nas opções de segmentação, que além de muito completas são também bastante flexíveis..

Os anunciantes podem escolher uma promoted account que aparece acima das contas não promovidas na lista  “Who to follow”.

Caso queira ter uma segmentação ainda mais específica, existem as seguintes formas de segmentar:

– Palavras-chave: palavras chave em tweets ou hashtags;

– Interesses e seguidores: utilizadores alvo específicos do Twitter, os seus seguidores e ainda os seus interesses;

– Televisão: o público alvo que interage com conteúdo de televisão no Twitter.

Na realidade, essas opções são similares às já existentes no Google, Facebook e outras plataformas de PPC. Contudo o público Twitter é diferente, e com o direcionamento correto, as empresas podem gerar impacto realmente interessante e significativo.

As suas maiores vantagens são:

Amplificação da Mensagem

Embora exista sempre crescimento orgânico numa rede social, a verdade é que os Twitter ads podem dar um verdadeiro push no crescimento de uma comunidade e na amplificação da mensagem da marca.

Ferramentas Inovadoras

O Twitter possui algumas ferramentas  poderosas de geração de leads que outras plataformas de anúncios ainda não têm, como é o caso dos cartões de geração de leads e cartões de website.

Ambas as inovações permitem que os utilizadores tenham uma ação dentro de um tweet, eliminando a necessidade de reencaminhar o utilizador para outro destino.

Boas formas de controlar as campanhas

No que diz respeito ao controlo das campanhas e anúncios o Twitter é minucioso. Através da sua plataforma de anúncios é possível programar campanhas até ao minuto.

Todos os restantes controles de campanha que existem nas restantes plataformas PPC como o Google Adwords, ou a plataforma de anúncios do Facebook também existem nos Twitter Ads.

Embora a plataforma de anúncios do Twitter tenha benefícios reais existem, como referido anteriormente, algumas limitações.

Problemas na definição dos intervalos temporais

Quando se analisa uma campanha, independentemente da plataforma, coloca-se um intervalo de tempo para que se possa analisar a data referente a esse período. O problema desta análise é que a plataforma não “fixa” este intervalo, ou seja, ao navegar-se entre campanhas por exemplo muitas vezes o intervalo sai da data pretendida.

Esta necessidade de constante fixação da data durante uma análise pode ser bastante frustrante além de ser uma quebra no raciocínio.

Outro problema reside no horário, pois a plataforma do Twitter tem por definição o horário do pacífico e não há possibilidade de modificar para o fuso horário local. Então, desta forma é preciso ter atenção redobrada no agendamento dos anúncios, para que a hora pretendida para o lançamento do tweet corresponda com o fuso horário do pacífico.

Intervalos de datas personalizado também são deficientes nos Twitter Ads.

Por isso caso queira fazer relatórios para datas específicas à partida parece não ser possível dado que a opção “custom” não existe.  No entanto é possível selecionar manualmente intervalos específicos mas apenas manualmente, tornando esta opção muito pouco intuitiva.

Tweets ativos

Uma das primeiras coisas que qualquer campaign manager faz quando chega a uma plataforma de anúncios é perceber quais são os anúncios ativos e como estão a correr.

No Twitter aceder a esta informação é mais complicado do que na maioria das plataformas.

Para ver que tweet está ativo é necessário clicar em “Editar Campanha” e olhar para a lista de tweets que atualmente estão a ser promovidos e depois clicar nos dados de desempenho e ainda atualizar o intervalo de tempo.

Na maioria das restantes plataformas de anúncios existe um filtro ou opção que nos permite ver apenas com um clique quais os anúncios que estão no ar tornando esta visualização muito mais acessível.

twitter ads caracteristicas

Edição da Campanha

Editar as campanhas no modo online é comum em campanhas de PPC excepto no Twitter onde é necessário ir para a tela editar campanha.

No caso do Google Adwords, por exemplo, uma das grandes vantagens reside no fato de ser possível a edição de quase tudo diretamente na tela da campanha principal.

Navegação reduzida

Navegar entre campanhas dentro da plataforma de anúncios do Twitter é complicado.

Para editar uma campanha é necessário clicar em “Editar”. Após a conclusão de edição de uma campanha só é possível editar outra campanha diferente se clicar no botão “Home”, voltar para o ecrã inicial e fazer o processo novamente, isto é, selecionar campanha, editar campanha e escolher novamente os intervalos de tempo. Tantos passos e tanto tempo perdido numa coisa que podia ser muito mais simples.

Por último o botão “Cancelar” não funciona corretamente.  Ao carregar neste botão o esperado é sermos reencaminhados para o ecrã onde se estava anteriormente mas na realidade o anunciante é reencaminhado para o ecrã inicial.

Concluindo, a plataforma de Twitter Ads é ainda rudimentar em algumas situações devido às limitações básicas de navegação e edição.

Contudo, sendo que as plataformas estão em constante evolução é normal e certo que o Twitter vá melhorando e evoluindo as funcionalidades de edição e gestão de campanhas.

Está comprovado o sucesso destas campanhas por inúmeras empresas e por isso devem ser incluídas como umas das possíveis ferramentas de marketing das marcas, o que está em causa não é o potencial de sucesso mas antes a funcionalidades e as melhorias  do interface!

 

Descubra outros artigos, como este, no nosso blog e acompanhe todas as novidades nas nossas redes sociais Facebook e Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados