Voltar

Anúncios programados aumentam as receitas em 111%

Na Europa, os anúncios online são a chave da comunicação e os anúncios programados são os principais responsáveis.

Há alguns anos eram poucas as pessoas que conheciam termos como programação ou anúncios digitais, contudo, hoje em dia esta é a realidade e estes termos são necessariamente utilizados no quotidiano de qualquer marketer.

Nos dias que correm, expressões como anúncios programados, isto é, compra e venda de espaços digitais através de um software, já fazem parte da estratégia digital de todos os profissionais de marketing.

São analisados diversos fatores e utilizados algoritmos para determinar em que espaços os anúncios devem ser inseridos. Esta decisão é automática e não tem qualquer intervenção humana.

Na Europa, os anúncios programados são grande parte do mercado publicitário. Estima-se que em 2018 esta prática ultrapasse qualquer outra plataforma de disposição de publicidade.

Análises mostram que em 2013 já 21% dos anúncios eram digitais e programados, notando-se já uma presença de peso, tendo em conta a diversidade de plataformas que existem, desde os mais tradicionais como a TV até ao vídeo.

Assim, esta área é já uma das maiores em termos de plataformas de publicidade na Europa, acompanhada pelo Mobile e pelo vídeo.

Existem diversas razões para os anúncios programados serem um sucesso, razões essas que levam os marketers a escolher esta prática em deterioramento de outras.

A segmentação melhora substancialmente, não sendo necessário recorrer à criação de grupos de contacto manualmente, já que estes são definidos através de algoritmos.

Da mesma forma há uma reação em tempo real, ou seja, o software adapta-se imediatamente de forma automática às mudanças no mercado.

Com a resposta a variações a ser feita de forma automática, os anúncios chegam mais rapidamente ao mercado.

Há, também, uma considerável redução de desperdício, pois tudo o que é criado é otimizado para a máxima rentabilidade de cada anúncio.

Sendo um processo automatizado, as estatísticas destes anúncios programados são retiradas automaticamente, permitindo um acompanhamento em tempo real do sucesso, ou não, dos anúncios em questão.

A compra e venda de espaços digitais fica também menos dispendiosa, não só devido à diminuição de recursos humanos necessários mas também porque é feita uma otimização na escolha dos espaços e do número de inserções.

Estas razões para a rápida ascensão dos anúncios programados, fazem 54% dos marketers europeus preferirem esta prática a muitas outras, afirmando uma melhoria notória na sua segmentação.

É ainda previsto que em 2014 o crescimento das receitas geradas por anúncios programados aumente em 137%, confirmando o sucesso e consequente eficácia desta prática.

 

Descubra outros artigos, como este, no nosso blog e acompanhe todas as novidades nas nossas redes sociais Facebook e Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados