Estratégia de social media para negócios B2B

Uma boa estratégia de social media para negócios B2B é diferente de uma estratégia desenvolvida para negócios B2C. Definir objetivos, compreender o público alvo e…

Voltar

Uma boa estratégia de social media para negócios B2B é diferente de uma estratégia desenvolvida para negócios B2C.

consideracoes-chave-para-uma-estrategia-social-de-B2B

Definir objetivos, compreender o público alvo e definir a audiência, bem como medir os resultados da campanha, são as etapas básicas de qualquer estratégia de social media.

Contudo, quando falamos da importância do social media é necessário que a estratégia seja desenvolvida de acordo com as exigências dos negócios B2B, uma vez que o público alvo é normalmente mais seleto, até mesmo nas formas de comunicação da empresa.

Propósito prático da estratégia

A verdade é que antes de qualquer empresa decidir avançar com o desenvolvimento de uma estratégia de Social Media é necessário compreender o potencial que conseguirá retirar desta mesma estratégia.

No caso dos negócios B2B, é impreterível que os marketers não se esqueçam do quão importantes são os métodos tradicionais de envolvimento com os clientes, como seja seminários, almoços e conversas telefónicas.

Este tipo de clientes reage de forma mais positiva a uma interação mais privada, não sendo por isso, tão interativo nas redes sociais. Contudo, obviamente que a presença online é cada vez mais obrigatória.

A verdade é que na base das estratégias de social media para negócios B2B deve estar sempre a interação com os verdadeiros clientes, não devendo assim ficar hipnotizados pelas métricas de resultados, por exemplo do Facebook (page likes).

No caso dos negócios B2B, a ativação dos clientes pode ser feita de uma forma mais próxima, por exemplo , e se olharmos para uma rede como o Foursquare será aconselhável que a própria empresa contacte os seus clientes no sentido de estes fazerem check-in no Foursqare..

Outro exemplo poderá ser o lançamento do blog da empresa, e neste caso podemos fazer um sessão de lançamento com os clientes, criando assim um pequeno evento da empresa .

O facto é que o social media é mais um meio e não é por si só um negocio . Por isso, devem ser consideradas as razões que levam as empresas a fortalecer a sua comunicação através deste mesmo meio.

Audiência e atenção dos consumidores

As últimas tendências e resultados apresentados revelam que o conteúdo visual e os vídeos são as melhores formas de atrair os clientes e fidelizá-los, sobretudo em negócios B2C.

Contudo, é necessário averiguar se o target está realmente disponível para este tipo de comunicação. Atualmente, já muitas empresas admitem ter conseguido novos clientes através do vídeo.

Mas, ao contrário do que acontece em estratégias para B2C em que os vídeos funcionam por si só atraindo a atenção dos consumidores, em estratégias B2B é necessário que sejam desenvolvidas relações mais duradouras e vinculadas.

O vídeo, nestes casos, impulsiona o conhecimento das leads sobre a marca e conquista os consumidores através da imagem inabalável da marca em questão. Este suporte de comunicação confere mais autenticidade à estratégia exaltando a empresa face aos seus concorrentes.

estrategias B2B

Escolha da plataforma de comunicação

Conteúdo impresso, comunicação para desktop ou marketing mobile? Claro que a integração de todos estes tipos de comunicação através da implementação de estratégias de marketing integrado é o mais favorável para qualquer empresa.

Ainda assim, para saberem qual a plataforma que necessita de mais investimento, os marketers e empresas devem começar por perceber onde se encontra na realidade o público alvo.

É necessário compreender em qual das plataformas o público está mais receptivo à comunicação da empresa e sobretudo quais as mais frutíferas para a empresa.

Por exemplo, no caso do Google Plus, este é extremamente necessário uma vez que contribuí para a estratégia de SEO associada ao website e blog da empresa. Também o LinkedIn, enquanto rede social profissional, deve constar no role de redes sociais a apostar.

Por fim, ao entrar para o universo das redes sociais a marca deve estar preparada para monitorizar todos os dados e fazer um acompanhamento diário dos resultados, no sentido de os compreender e adaptar a estratégia.

Ciclo de vida das estratégias

A verdade é que, de ano para a ano, as empresas medem as repercussões das suas campanhas tanto online como offline no sentido de as refazer ou modificar consoante os seus resultados.

Contudo, no caso das empresas B2B é necessário avaliar não só as métricas disponibilizadas pelas redes sociais mas também as que se relacionam com a obtenção de novos clientes ou assinaturas.

Compreender o impacto que as redes sociais podem ter no sucesso da comunicação das empresas B2B é meio caminho andado para conseguir surpreender concorrentes e clientes.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Keep it simple and stupid.

Portugal 2020Vale Indústria 4.0