Voltar

A rede social Google plus não é um mito

O Google lançou uma rede social que é Google plus. Ainda existem muitas pessoas que desconhecem a importância Google +, pensado nela apenas como rede social. Assim e para que não restem duvidas deixamos 5 factos que demonstram a importância do Google + numa estratégia de marketing online.

O Google + é uma rede social com extrema importância para todas as estratégias de Social Media e internet marketing, sendo inúmeros os seus benefícios sobretudo no que respeita as estratégias de SEO.

Muito se fala dos mitos do Google +, como sendo a razão principal da falta de aposta das marcas nesta rede social. No entanto e como podem comprovar vamos através de fatos demonstrar que não passam apenas de mitos.

Mito 1: O Google + é como uma “cidade fantasma”.

O Google+ tem atualmente 540 milhões de membros, dos quais 300 milhões estão ativos mensalmente. Segundo Vic Gundotra, representante da área social do Google, a rede social Google+ registou um aumento de 58% no número de utilizadores entre Maio e Outubro de 2013.

Mito 2: Google+ é apenas mais uma rede social.

O Google+ tem uma forte componente social, sendo a maior mudança na comunicação depois do desenvolvimento dos websites interativos.

A interação social é uma das grandes mais valias do Google Plus, uma vez que se encontra integrado com todas as funcionalidades do Google: o Gmail, YouTube (propriedade da Google), Google Images, Google Analytics, Google Maps, Google Finance, Google Earth, Google Drive, GoogleDocs, salientando-se como sempre a ferramenta principal do Google, o Google Search.

Por outras palavras, o Google Plus é um portal para todo o ecossistema Google, por variadíssimas razões, sendo a mais importante o facto do algoritmo do motor de pesquisa Google privilegiar os conteúdos gerados através do Google+.

A posição de um conteúdo no ranking do motor de busca depende da sua relevância, da interação e originalidade. Logo, um conteúdo ganha maior relevância quanto mais utilizadores interagirem com ele.

A periodicidade de publicação bem como a quantidade de utilizadores que interagem com determinado conteúdo também contribuem para o ranking do mesmo.

Mito 3: O Google+ é uma comunidade exclusiva para técnicos

O Google+ tem vários tipos de comunidades de negócios para os diferentes tipos de negocio, que facilitam a comunicação entre influenciadores e especialista, tornando-se um grande recurso para a interação com clientes e potenciais clientes, fornecedores e recursos.

Estas comunidades podem ser públicas ou privadas e permitem a filtragem do público-alvo por parte das marcas e de conteúdo a receber por parte dos utilizadores.

A funcionalidade de “hangouts” é uma outra mais valia, sendo uma das melhores plataformas de vídeo em direto de sempre, sobretudo para ensino, demonstrações e apresentações de produtos e serviços.

Mito 4: O Google+ é uma rede social difícil de usar.

A verdade é que o próprio Google tem contribuído para este mito uma vez que não explicou corretamente todas as funcionalidades da rede social Google Plus.

Assim, é importante perceber algumas funcionalidades como:

– Hangouts – plataforma gratuita e móvel para vídeo conferência e eventos ao vivo em tempo real, integrada no YouTube, que mostra a importância do vídeo para os negócios.

– Círculos compartilhados – excelente forma de criar uma rede de contactos com diferentes tipos de público.

– Eventos ao vivo – solução de partilha única que facilita a interação, durante e após o evento. Estes eventos podem ser públicos ou privados e permitem a partilha de documentos, apresentações, etc.

– Facilidade em encontrar conteúdo dentro do Google Plus.

– A probabilidade de determinada empresa aparecer nas pesquisas do Google é aumentada se a mesma colocar posts e artigos no Google+.

Importante: ter uma imagem de perfil, que aparecerá nas pesquisas do Google, aumenta em 150% as tacas de clickthru.

Mito 5: Comunidade do Google+ não são diferentes dos grupos no Facebook e no LinkedIn

As comunidades do Google Plus têm características que não são encontradas noutras redes sociais. O Facebook e o LinkedIn são plataformas independentes já o Google Plus é um desenvolvimento do Google, por isso funciona como “porta de entrada” para as pesquisas neste motor de busca.

Por exemplo, ao contrário dos grupos de LinkedIn que apenas permitem a utilizadores privados participarem em grupos, o Google+ permite que as organizações criem e participem nos seus próprios grupos.

Estes grupos podem ser privados ou públicos e permitem a partilha de mensagens privadas ou conteúdos relevantes para os seus seguidores.

O Google+ não é um mito e a verdade é que em 2014 as empresas que não fizerem parte desta plataforma estarão a prejudicar o seu ranking no motor de pesquisa.

Este facto foi confirmado pelo co-fundador e ex-CEO do Google, Larry Page, que disse “se ingnorar o Google+, o Google Search irá ignorá-lo”.

 

Descubra outros artigos, como este, no nosso blog e acompanhe todas as novidades nas nossas redes sociais Facebook e Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados