Voltar

Guia completo para SEO pós Hummingbird

Após o lançamento do Hummingbird, em 2013, as empresas têm reunido esforços para recuperar as suas posições no ranking de pesquisa do motor de busca Google.

O Google fez alterações gritantes, nos últimos tempos, sobretudo na forma como classifica os websites e os coloca nas respetivas posições no ranking das páginas de pesquisa.

Sobretudo após o lançamento do tão conhecido Hummingbird, as empresas viram-se obrigadas a modificar parte da sua estratégia de SEO, para recuperar a sua posição.

O que deve estar na mente dos marketer sobre o SEO pós Hummingbird

A verdade é que, a primeira questão que deve estar sempre presente na mente dos marketers, passa pelo permanente acompanhamento e análise da evolução dos algoritmos bem como pela sincronização das suas estratégias, face à evolução dos motores de busca.

Após o lançamento do Hummingbird alguns websites, que trabalharam em novas estratégias de SEO, viram a sua posição no ranking subir, também devido à descida dos seus concorrentes.

Ou seja, a não atualização das estratégias acaba por beneficiar os concorrentes que se esforçam por estar a par de todas as alterações recorrentes de algoritmos. O mesmo acontece nas redes sociais, por exemplo com as mudanças de algoritmo do Facebook.

O importante é que as estratégias de SEO sejam alteradas de acordo com o necessário, e que estejam na vanguarda para que o Google continue a beneficiar quem cumpre as obrigatoriedades.

O que mudou após o lançamento do Hummingbird

A verdade é que existem algumas modificações e características que devem ser implementadas para o correto posicionamento do website no ranking do motor de busca Google.

Em termos de características técnicas antes de mais é de enfatizar a necessidade de uma estrutura de links internos e arquitetura simples que facilitem a movimentação do utilizador dentro do website e assim melhorem o user experience.

Uma outra característica a ter em conta passa pelos on-page elements que, ao contrário dos rumores, estes elementos básicos nas páginas continuam a desempenhar um papel importantíssimo no ranking SEO.

As tags nos títulos, os URLs simplificados com keywords, etiquetas de imagem ALT e tags H1 apropriadas, estão a ganhar ainda mais importância, pelo que devem assumir um papel de destaque aquando do desenvolvimento ou aperfeiçoamento de qualquer website.

Em termos de conteúdo, este continua a ser o rei das estratégias de SEO, assumindo o papel principal no website. É importante que não existam duplicações de conteúdo e que este seja sempre de alta qualidade sendo ao mesmo tempo relevante para os utilizadores.

A verdade é que, o Hummingbird potencia e beneficia ainda mais os websites que proporcionam uma melhor experiência aos utilizadores, uma vez que o Google, cada vez mais centra a sua atenção no “user experience”.

Basicamente, todos os websites devem ser desenvolvidos e otimizados para benefício dos consumidores e clientes, sendo este o maior objetivo do maior motor de busca do mundo.

Principais recomendações a seguir após o lançamento do Hummingbird

Além dos elementos apresentados anteriormente, existem ainda algumas recomendações que devem ser seguidas para melhorar o ranking dos websites:

  1. Conteúdo natural – o conteúdo do site deve ser aprazível e simples de ler, quase como em tom de conversa com o utilizador e com recurso a palavras chave;
  2. URL simplificado – os URLs das páginas devem ser simplificados, conter keywords e não devem ter caracteres especiais e indecifráveis;
  3. Tags – os títulos bem como as imagens devem ter recurso a tags e devem refletir o conteúdo da página;
  4. Arquitetura simples – a navegação no website deve ser o mais intuitiva possível para os utilizadores e respeitar a regra dos 3 clicks;
  5. Responsive websites – cada vez mais os utilizadores acedem aos websites através dos dispositivos móveis, por isso, se o site não estiver otimizado para estes dispositivos o tráfego diminuirá, bem como a posição no ranking de pesquisa.

A verdade é que, o Hummingbird é considerado por muitos um algoritmo “totalmente novo” e até bastante diferente, contudo este faz parte da óbvia e necessária evolução do Google, enquanto motor de busca.

O importante é que todos os marketeres tenham estas alterações em atenção, com o intuito de se precaverem e até de efetuarem mudanças rápidas mas necessárias nas suas estratégias de SEO, para que vejam os seus websites premiados nos resultados orgânicos do Google.

 

Descubra outros artigos, como este, no nosso blog e acompanhe todas as novidades nas nossas redes sociais Facebook e Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados