Voltar

Como criar passwords seguras e recordáveis?

Atualmente com o aumento do número de plataformas online cada utilizador tem um número extenso de passwords, sobretudo os profissionais de marketing online.

como escolher passwords seguras

A verdade é que a existência de inúmeras plataformas online com registos privados é cada vez maior, por isso, todos os utilizadores têm necessidade de criar um vasto leque de palavras chave.

De acordo com um estudo da Ofcom, 55% dos utilizadores da Internet incorrem num erro comum: utilizar a mesma palavra chave para diversas plataformas.

Contudo, embora seja mais simples para recordar, o facto de utilizarem a mesma password para vários websites e plataformas, faz com que estes utilizadores estejam mais propensos a invasões de hackers, uma vez que basta descobrir uma primeira password.

Assim, a questão que se coloca é: como criar passwords seguras e recordáveis?

Em outubro de 2013, a Adobe descobriu uma enorme falha de segurança que afetou mais de 48 milhões de utilizadores, uma vez que foram descobertas as 10 senhas mais utilizadas:

– 123.456 – 1.911.938 utilizadores

– 123456789 – 446.162 utilizadores

– senha – 345.834 utilizadores

– adobe123 – 211.659 utilizadores

– 12345678 – 201.580 utilizadores

– QWERTY – 130.832 utilizadores

– 1234567 – 124253 utilizadores

– 111.111 – 113.884 utilizadores

– Photoshop – 83.411 utilizadores

– 123.123 – 82.694 utilizadores

Apesar de não responder à questão colocada anteriormente, estes são dados realmente preocupantes e com os quais grande parte dos utilizadores vão sentir-se identificados.

Ora, a verdade é que as passwords devem ser mais complexas do que o número de matrícula dos carros, ou o nome de solteira da mãe, como forma de cumprir a sua função de guardar de forma secreta as informações dos utilizadores.

passwords seguras

Assim, existem alguns cuidados a ter na criação de passwords seguras e recordáveis:

1) Não utilizar palavras reais ou informação de identificação

A mais simples ferramenta de descodificação de palavras chave consegue descobrir uma password com palavras reais, ou com a utilização de nomes próprios, bem como letras e números, informações biográficas.

2) Não utilizar mnemónicos

Ora, a verdade é que este tipo de senhas é facilmente recordada, contudo, não são as mais seguras.

O importante na criação de uma password não é a sua complexidade, mas o quão longa é, uma vez que por mais complexa que seja, dados os 62 caracteres disponíveis para a introdução na palavra chave, apenas são possíveis desenvolver 62¹² combinações com os mesmos.

Por isso, para tornar mais complicada a descoberta das palavras chave por parte das ferramentas existentes, é importante que esta sejam longas para que contenham diversas combinações.

3) Criação do número certo de passwords

A verdade é que também não é necessário ter uma palavra chave para cada conta online. De acordo com uma pesquisa da Microsoft, a maioria das pessoas que tem uma password para cada conta, apenas se lembra de 5/6 no máximo.

E a verdade é que, mais vale ter 4 passwords totalmente seguras, sem que seja necessário recorrer a papéis para as escrever e recordar, do que 30 palavras chave espalhadas por post-its.

4) Não utilizar senhas padrão

Grande parte das plataformas fornece a sua própria senha aos utilizadores, sobretudo quando é pedida uma nova passwords, contudo, estas senhas não são minimamente seguras.

5) Recordar passwords

A dificuldade de gerar passwords seguras e recordáveis pode ser ultrapassada através da utilização de algumas boas ferramentas de gestão de senhas, tais como: 1Password, LastPass 3.0 e KeePass.

Estas ferramentas são importantes sobretudo para os profissionais de marketing online, como forma de manterem as informações dos seus clientes totalmente seguras.

Ora, a verdade é que é bastante complicado conseguir palavras chave seguras e recordáveis, contudo, não podemos esquecer-nos que, sobretudo no mundo online, existem inúmeras ferramentas para descodificar passwords e aceder às mais pequenas informações.

Assim, é importante que utilizadores comuns e profissionais tenham em atenção algumas destas dicas para que consigam manter toda a informação o mais segura possível.

 

Descubra outros artigos, como este, no nosso blog e acompanhe todas as novidades nas nossas redes sociais Facebook e Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados