Voltar

10 práticas que impulsionam o ranking nos motores de busca

A verdade é que todas as empresas têm como objetivo impulsionar o seu lugar no ranking de pesquisas dos motores de busca e para isso é importante que sejam seguidas algumas práticas.

aumentar o trafego para o website

Aumentar e impulsionar o tráfego para o website da empresa, sobretudo empresas locais, é sempre um objetivo vincado. Contudo, para que isso aconteça são necessárias estratégias de SEO, sendo esta a melhor forma de geração de tráfego.

Porém, o desenvolvimento correto de estratégias de Search Engine Optimization, não é tarefa simples, pelo que devem ser seguidos alguns passos que impulsionam o sucesso das mesmas.

Quais as 10 práticas de SEO necessárias para impulsionar o tráfego do website da empresa:

1) Pesquisa por palavras chave

O primeiro passo é encontrar as palavras chave pelas quais o negócio, marca ou empresa será pesquisado nos motores de busca. Por exemplo, se o negócio se trata de um Restaurante em Lisboa, então estas palavras chave são importantes.

Para tornar este primeiro passo mais simples, pode ser feita uma lista de keywords, como no caso do Google Adwords, em excel, para que nenhuma palavra chave importante seja deixada de parte.

A lista de palavras chave deve conter os dois tipos diferentes de keywords: as long tail e as short tail, com o intuito de alcançar a maior audiência possível.

Neste primeiro passo, o foco principal passa por conhecer muito bem o público alvo, os seus gostos, e o que os leva a procurar o negócio em questão.

2) Otimização do conteúdo do website

Quando se fala de conteúdo a frase mais conhecida é “content is King” e esta é uma verdade.

Tal como no caso dos artigos escritos para blogs, bem como no caso das redes sociais, também para os websites o conteúdo deve ser escrito de forma específica e, sobretudo, deve ser extremamente relevante, uma vez que os conteúdos são importantíssimos tanto para visitantes do site como para os motores de busca.

Na escrita de conteúdos também devem ser utilizadas as palavras chave que melhor definem o negócio em questão, uma vez que serão valorizadas pelos motores de pesquisa.

Na verdade, os websites devem ter o maior número de informação, desde que esta seja relevante para os utilizadores. Desde páginas de contacto (sendo esta a segunda página mais importante de um website de uma empresa local) a páginas com depoimentos e perguntas frequentes.

Além do conteúdo, também as descrições meta e os títulos devem ser suficientemente apelativos, e ao mesmo tempo conter as palavras chave necessárias para que a posição no ranking dos motores de busca seja impulsionada.

3) Otimização do conteúdo do website

Agora que o conteúdo e a informação geral já estão atualizadas, é necessário utilizar novas vertentes para impulsionar o seu negócio.

O Google Places e o Google Plus são extremamente necessários para as estratégias de SEO.

O Google Places para empresas, por exemplo, foi desenvolvido para controlar quais as informações que serão exibidas pelo Google, quando a empresa é pesquisada pelos utilizadores, e permite que as empresas sejam encontradas mais facilmente por potenciais clientes.

Relativamente ao Google+, a rede social do Google, esta impulsiona a comunicação das marcas com o seu público, uma vez que permite a partilha de conteúdos, a interação através de comentários e o desenvolvimento de uma comunicação mais próxima.

4) Crie listas para link bulding

Para potenciar o tráfego para o website, a empresa deve ainda desenvolver uma lista com links de outros websites, e propor-lhes a partilha de links e menções.

A esta estratégia chama-se “link bulding” e permite que o website da empresa seja referenciado por outros websites, sendo um componente importante usado pelo Google para a classificação do website.

10 práticas que impulsionam o ranking nos motores de busca

5) Seja consciente

É necessário que os detalhes do negócio sejam preenchidos de forma correta e consciente para que os motores de pesquisa listem as empresas e a informação de forma correta.

Os detalhes do negócio devem ser utilizados tanto no site como nas redes sociais e devem ser iguais, para potenciar ainda mais a estratégia de SEO.

6) Solicitação de comentários

A verdade é que as recomendações de amigos e os comentários positivos de outros utilizadores de determinado serviço influenciam a decisão de compra dos consumidores.

Os comentários dos utilizadores na rede social Google+, por exemplo, são extremamente importantes para aumentar a visualização do website da empresa.

Assim, as marcas devem solicitar aos seus consumidores comentários positivos, mas sem que estes sejam “comprados” ou influenciados através da oferta de prémios e recompensas.

7) Otimização dos perfis das redes sociais

Apesar de impulsionar as estratégias de SEO, o Google+ não é a única rede social que deve ser trabalhada pelas empresas.

As marcas devem também desenvolver perfis noutras redes sociais, como o Facebook, o LinkedIn, o Instagram ou o Pinterest.

No caso dos negócios locais é também indispensável que sejam trabalhadas redes sociais como Foursquare e TripAdviser.

8) Alcance local

No caso dos negócios locais é extremamente importante que o tráfego seja essencialmente do público alvo local.

Desta forma, é necessário que a empresa saiba qual a origem do público alvo que visita o site, para compreender a necessidade de alterar ou não a sua estratégia de SEO ou de redes sociais.

Assim, para facilitar esta tarefa pode ser utilizado o Google Webmaster Tools ou o site Explorer.

9) Aposta em mobile

A verdade é que atualmente a grande maioria das pessoas utiliza o seu smartphone ou tablet para aceder às redes sociais ou websites durante o dia. Por isso, é indispensável que as empresas apostem no marketing mobile.

Desta forma, relativamente aos websites, é necessário que estes sejam responsive e que permitam corretamente as necessidade dos utilizadores que os visitam através de dispositivos móveis.

10) Analisar e monitorizar os resultados

Depois de trabalhada a otimização do website, é necessário que os resultados sejam analisados e monitorizados para que seja possível compreender o sucesso da campanha ou até mesmo alterá-la.

Só assim a empresa compreenderá se alcançou, ou não, os seus objetivos em termos de tráfego e se conseguiu, com a estratégia implementada, aumentar o número de visualizações do seu website.

Para simplificar esta análise e monitorização, pode ser utilizado o Google Analytics, uma vez que fornece muitos dos dados sobre o website em termos de visualizações.

 

Descubra outros artigos, como este, no nosso blog e acompanhe todas as novidades nas nossas redes sociais Facebook e Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados