Voltar

11 perguntas frequentes sobre o Pinterest

A rede social Pinterest tem obrigatoriamente que marcar presença em todas as estratégias de social media, sobretudo devido ao seu elevado crescimento.

11 perguntas frequentes sobre o Pinterest

Se até há pouco tempo o Pinterest era uma rede social desconhecida, atualmente, conta com 70 milhões de utilizadores ativos e obviamente faz parte das estratégias de comunicação de grande parte das marcas.

O Pinterest é, sem dúvida, uma rede social de fácil trato que permite a partilha de imagens interessantes e informações sobre produtos por parte das marcas.

Contudo, e como qualquer outra plataforma de social media, necessita de ser  compreendida antes do lançamento de uma estratégia adequada.

Assim, há algumas questões frequentes que devem ser respondidas com o intuito de facilitar o desenvolvimento dessa estratégia, que deve no entanto ser integrada com as restantes redes sociais.

1)   Como fazer para obter seguidores?

Construir uma comunidade numa rede social não é algo que se faça “da noite para o dia” por isso é necessário que a presença da marca na rede social Pinterest seja acompanhada com alguns outros recursos.

A colocação do ícone do Pinterest no website da marca é uma das formas de conseguir um maior volume de seguidores e assim começar a aumentar a audiência nesta rede social.

2)   O que colocar como “pin”?

A colocação de “pins” na rede social Pinterest deve ser tão pensada quanto toda a estratégia de social media da marca.

A verdade é que os consumidores interagem muito mais ativamente com conteúdo visual do que de texto, e assim é indispensável a partilha de imagens relevantes.

A aposta deve ser, não só em imagens e fotografias regulares, mas sobretudo em vídeos e infográficos. Importante é não esquecer a criação de quadros antes de fazer “pin”, para que a informação fique organizada de forma correta.

3)   Qual é a diferença entre um “pin”, um “repin” e um “favorito”?

Tal como as restantes redes sociais, também o Pinterest tem as suas acções específicas.

Os “pins” são imagens que interessam para a marca e que merecem mais atenção por parte da mesma. Através do “pin” a imagem fica guardada num dos quadros já existente no Pinterest da marca e pode ser vista quando necessário.

Relativamente aos “repin”, esta funcionalidade é semelhante ao “share” do Facebook. Ao fazer “repin” significa que determinada imagem já se encontrava num quadro de outro utilizador, que receberá uma notificação após o “repin”.

Quanto aos favoritos, funcionam de forma semelhante aos “likes”. Ao clicar no botão em forma de coração na publicação outro utilizador, este receberá uma notificação.

4)   Será que as pessoas usam o Pinterest ativamente?

O Pinterest não é uma rede social passageira. A verdade é que 4,8% dos utilizadores assume que acede ao Pinterest pelo menos uma vez durante o dia, no escritório.

5)   O Pinterst é uma rede social só para o público feminino?

É verdade que as mulheres representam cerca de 80% dos utilizadores da rede social Pinterest, contudo esta rede não deixa de ser uma forma de direcionar tráfego para o website da marca, e vice-versa, conseguindo alcançar diversos públicos e aumentar as leads e vendas.

6)   Apostar ou não no Pinterest?

A resposta a esta questão deve ser baseada numa análise do próprio negócio e também de benchmarking.

Contudo, a importância do conteúdo visual é transversal a grande parte dos negócios por isso, o Pinterest será sempre uma mais valia no desenvolvimento de uma estratégia de social media.

11 perguntas frequentes sobre o Pinterest

7)   Os negócios são bem sucedidos a comunicar no Pinterest?

A verdade é que tudo depende da estratégia adotada e da mensagem que a marca pretende passar,

Por exemplo, no caso de uma marca de iogurtes os “pins” não devem cingir-se a produto mas ao estilo de vida saudável, a importância do iogurte em sim, ou seja, a assuntos relacionados.

O Pinterest não deve ser usado apenas como forma de mostrar produto, mas sim de partilhar imagens interessantes para o público-alvo e disso dependerá o sucesso da marca na rede social em causa.

8)   Análise, dados e métricas. Existem no Pinterest?

Sim, o Pinterest disponibilizou no início de 2013 métricas que permitem a medição dos resultados da comunicação da marca na rede social.

Estes dados, tal como nas restantes redes, permitem apurar os sucessos e insucessos da campanha e assim otimizá-la da melhor forma, para alcançar os objetivos e o público-alvo.

9)   Quais as regras para comunicar no Pinterest?

A regra principal no desenvolvimento de campanhas na rede social Pinterest é ter cuidado com a  auto promoção em demasia, uma vez que a própria rede social não o permite. Contudo, as restantes regras assemelham-se às outras redes sociais.

10)   Qual a outra forma de partilhar os “pins” com a audiência sem ser colocar um link para o Pinterest?

Existem diferentes formas. O conteúdo partilhado no Pinterest pode ser partilhado nas restantes redes socais como o Facebook, o Google Plus e o Twitter, de forma a otimizar as imagens e a manter uma comunicação integrada.

Existem também formas de colocar quadros do Pinterest no lado direito do site de forma a partilhar o conteúdo da rede social com os visitantes do website da marca.

11)    Como encaminhar as pessoas do website para o Pinterest?

A colocação de um botão no website da marca faz com que os visitantes do site tenham acesso direto à rede social Pinterest da mesma, gerando assim tráfego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados