Voltar

3 tipos de tweets obrigatórios para as empresas

A comunicação na rede social Twitter é diferente da efetuada nas restantes redes. Por isso, existem 3 formas de tweets obrigatórios para as empresas.

3 tipos de tweets obrigatorios

O news feed da rede social Twitter funciona de forma diferente do Facebook, uma vez que o feed do Twitter é baseado somente nas questões de tempo, sendo que as publicações mais recentes são as que aparecem em primeiro lugar no feed notícias dos utilizadores.

Além disso, o Twitter tem um algoritmo um tanto ou quanto secreto que se rege pelos interesses dos utilizadores, fazendo com que os utilizadores recebam as publicações que mais lhes interessam.

Isto significa que as empresas devem apostar em declinações da mesma estratégia para as diferentes plataformas de social media.

Assim, existem três tipos de tweets obrigatórios que todas as empresas devem considerar, a partir do momento que decidem arrancar com a comunicação na rede social Twitter.

1)   Tweets de radiodifusão

Estes tweets devem ser agendados com antecedência, o que permite a economização de tempo, e servem sobretudo para informar os utilizadores sobre produtos, serviços e novidades da empresa.

Estes tweets devem ser sobretudo informativos e fornecer aos utilizadores, em apenas 140 caracteres, o maior volume de conhecimento sobre a marca ao mesmo tempo que são divertidos.

A definição de quais os tweets mais importantes (entre os informativos e os divertidos) deve ser feita com base no tipo de negócio e sobretudo de público alvo do mesmo.

A frequência de publicação deste tipo de conteúdos na rede social Twitter depende da quantidade de informação que cada empresa tem para disponibilizar.

Não existe um número “mágico” de tweets a publicar por dia nem um horário pré-definido. Estes devem ser estudados e estruturados de acordo com as reações da comunidade a diversos testes efetuados no decorrer da publicação.

tweets obrigatorios

2)   Targeted Retweets

É muito importante que a marca encontre influenciadores na sua área de negócio e faça retweet dos seus posts. Isto porque, desta forma, estará a beneficiar da exposição desse influenciador, bem como de palavras chave diferentes das possivelmente utilizadas na comunicação da marca.

Outra razão para a extrema importância destes retweets passa pela capacidade de influência que estas personalidades podem ter. No marketing ouve-se frequentemente dizer que a recomendação de um amigo vale muito na influência de compra.

Apesar de não seres amigos, estes influenciadores podem ser figuras públicas ou personalidades reconhecidas e podem influenciar a decisão dos consumidores.

Relativamente à frequência de publicação, o tempo aqui não é tão importante porque depende de quando a empresa encontra um conteúdo merecedor de retweet na sua página.

3)   Tweets diretos

Estes são os tweets que interagem diretamente com os consumidores e seguidores da empresa, e que utilizam a pesquisa por palavras chave.

Este tipo  de tweets deve ser utilizado para participar em conversas, orientando a conversa a favor da empresa e do produto ou serviço que disponibiliza aos consumidores.

Este momento deve acontecer pelo menos uma vez por dia e não deve ser estanque, uma vez que depende do que a marca recebe no seu feed notícias durante o dia.

Cada vez mais parecido com a rede social Facebook, em termos de layout, o Twitter começou a preocupar-se novamente com a necessidade de envolver os seus utilizadores.

Contudo, e tal como o LinkedIn exige uma comunicação diferente, não apenas pelo facto de ser uma rede com apenas 140 caracteres, mas porque os próprios utilizadores são diferentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados