Redes sociais apostam no desenvolvimento

Cada vez mais as redes sociais apostam no desenvolvimento, através da aquisição de novas ferramentas, no sentido de se manterem na vanguarda do social media.…

Voltar

Cada vez mais as redes sociais apostam no desenvolvimento, através da aquisição de novas ferramentas, no sentido de se manterem na vanguarda do social media.

Redes sociais apostam no desenvolvimento

Esta fator deve-se sobretudo ao gigante crescimento do marketing digital e ao aparecimento de novas redes sociais como o Snapchat, que começam já a ganhar terreno no universo online.

Para sustentar o facto de que cada vez mais as redes sociais apostam no desenvolvimento, foram divulgadas hoje duas novas aquisições por parte do Facebook e do Pinterest.

No caso do Facebook, este adquiriu uma start-up indiana Little Eye Labs, que fornece análise de performance e ferramentas de monitorização e criação de aplicações Android.

Esta compra por parte do Facebook, num negócio que terá rondado os 10 a 15 milhões de dólares, prova a necessidade emergente do Facebook apostar no crescimento da tecnologia mobile, a partir da qual os utilizadores mais acedem à rede.

De acordo com Subbu Subramanian, gerente de engenharia do Facebook, “a tecnologia da Little Eye Labs ajudará a melhorar a nossa base de código do Android para programar aplicações mais eficientes, com melhor desempenho”

Já o Pinterest, e segundo uma notícia publicada pelo The Wall Street Journal, adquiriu a VisualGraph, também uma start-up, responsável pelo desenvolvimento de tecnologia de pesquisas visuais.

Esta tecnologia virá impulsionar a experiência da visão computacional e ajudar os computadores a reconhecerem pessoas e objetos dentro das fotos e dos vídeos.

Não foram revelados quaisquer dados sobre o valor deste negócio, contudo, o mesmo prova a tendência e a aposta por parte das redes sociais no desenvolvimento e, sobretudo na satisfação dos seus utilizadores.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Portugal 2020Vale Indústria 4.0