Voltar

Razões para as marcas optarem por Content Marketing

O Content Marketing é nos dias que correm, uma forte componente da comunicação das marcas. Manter um tom autêntico e pessoal é um ponto forte.

O capital de conhecimento das marcas é muito vasto e difundi-lo é sempre uma mais valia, esse é o trabalho do Content Marketing. Difundir conhecimento relevante para uma audiência disposta a recebê-lo trazendo, assim, novos clientes à marca.

Escrever sobre conteúdo existente é uma opção válida nesta área, contudo é benéfico para as marcas escreverem conteúdo original, optando por uma estratégia de diferenciação e partilha de conhecimentos que são dominados.

Conteúdo original pode fazer crescer a audiência e melhorar o próprio conteúdo, pois este começará a ser mais pessoal e com um objetivo específico. Existem, então, 6 razões para investir em conteúdo original.

1) As marcas são as únicas que conhecem a sua própria voz:

A voz que uma marca tem é um dos pontos chave que sustenta os seus produtos e serviços, define o caminho a tomar e dá um tom ao que é difundido pela marca.

Existem vários tipos de voz, não sendo necessário uma marca restringir-se a uma única, podendo optar por um tom mais pessoal e casual, formal, uma linguagem mais académica ou mesmo um tom mais rude, se assim fizer sentido.

As marcas devem encarar a sua voz como a sua personalidade, um ponte forte na sua imagem e algo que define uma trajetória. É preciso traçar este caminho nas primeiras vezes que se cria conteúdo.

Há que cultivar o tom escolhido e ver a reação da audiência ao mesmo, adaptando-o da melhor forma a atrair o maior número de pessoas. A criação de uma voz da marca dá algo aos consumidores para seguir, ou seja, o conteúdo criado que vai ser seguido pela audiência consoante a adaptação aos seus interesses.

2) As marcas precisam de ser autênticas:

Ao criar conteúdo próprio a marca vai demostrar autenticidade e que consegue produzir conhecimento por ela própria. Ajuda a aumentar a presença da marca, caso esta não exista.

O facto de criar conteúdo original confere à marca a possibilidade de partilhar as suas ideias e os seus pontos de vista, ajuda a ter uma relação mais forte e próxima com a audiência.

Sendo que o conteúdo de uma marca é o que a define é indispensável criar conteúdo autêntico, passando à audiência um bocado de si.

3) Ter experiência a falar diretamente com a audiência:

Escrever em Content Marketing tem duas direções a seguir. Distribuir valor pela audiência e dar valor à própria marca.

Só falando diretamente com a audiência é que se percebe o que ela quer, trabalhando para da forma mais eficaz distribuir valor e conhecimento que a audiência aprecia e à qual vai responder.

Por outro lado, ao se fazer essa distribuição de conhecimento a marca aprende e apercebe-se do que a audiência quer. A procura de informação dá à marca espaço para crescer e se reinventar.

As marcas têm de ter em conta que escrever é aprender, isto é, à medida que vão criando conteúdo para difundir, vão aprendendo a melhor forma de chegar à audiência e quais os melhores conteúdos a partilhar.

4) Responder à audiência:

As marcas não podem apenas difundir o seu conhecimento, tendo em conta que este é para as audiências é preciso saber ouvi-las e responder-lhes.

Esta resposta é feita diretamente, ou seja, quando alguém tem uma dúvida responde-se de imediato da melhor forma para completar a informação e esclarecer a audiência, ou então as dúvidas da audiência tem são respondidas através de novo conteúdo que vai ao encontro das necessidades dos seguidores.

O Content Marketing deve ser interpretado como uma conversa onde ambas as partes colaboram para a marca melhorar, para o conteúdo da marca melhorar. Esta partilha de conhecimentos origina novo e melhor conteúdo e gera interação entre marca e audiência.

5) Manter-se a par das tendências e assuntos:

É necessário ter uma noção do que se faz no mercado e no mundo, para ter uma visão geral e perceber quais os temas que estão a ser falados no momento.

Estar atenta às inovações e tendências faz com que a marca se mantenha atualizada e mais facilmente conseguirá criar conteúdo novo e ajudar a moldar o mercado e as ideias nele inseridas, passando a ser uma colaboradora ativa na renovação das tendências e inovações.

6) Aprender Content Marketing:

Por fim, é relevante apontar que nos dias que correm o Content Marketing é uma ferramenta potente e indispensável numa estratégia de comunicação.

Difundir conteúdo pela audiência é uma boa forma de comunicar a marca de forma diferente e ajudar a própria marca a evoluir.

O Content Marketing numa lógica mais pessoal e autêntico pode trazer vários benefícios às marcas. Conseguir passar melhor as suas ideias ou mais facilmente chegar à sua audiência são recompensas por difundir um pouco do seu conhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Artigos relacionados